INFLUÊNCIA IRANIANA NO IRAQUE PREOCUPA OS ESTADOS UNIDOS

Dempsey preocupado com papel do Irã no ataque a Tikrit 

Martin Dempsey, o mais graduado oficial militar dos EUA que visitou Bagdá nesta semana, disse em uma audiência no Senado, na quarta-feira, que não havia dúvida de que o Estado Islâmico do Iraque e da Síria (ISIS) seria expulso de Tikrit, mas que “a questão é o que vem depois. ”

Expressando preocupação sobre o tratamento dos muçulmanos sunitas pelo Irã xiita, Dempsey disse: “A questão é o que vem depois, em termos da sua vontade de deixar famílias sunitas voltarem para seus bairros, se eles trabalharão para restaurar os serviços básicos que vão ser necessários, ou se resultará em atrocidades e retribuição.

Ele disse que enquanto o Irã está desempenhando um papel útil contra os militantes do ISIS no Iraque agora, uma vez que os extremistas estão vencidos, milícias apoiadas por Teerã poderiam minar os esforços para unificar o país.

“Não há dúvida de que a combinação das forças de mobilização popular e as forças de segurança iraquianas estão atacando o ISIS em Tikrit”, disse Dempsey.

A ofensiva em curso sobre Tikrit é a demonstração mais visível ainda de como os Estados Unidos e o Irã, que duelaram violentamente sobre o Iraque durante os anos da ocupação norte-americana, parecem estar trabalhando em conjunto contra o ISIS.

Dempsey disse que as forças que avançam em Tikrit foram esmagadoramente compostas por 20.000 milicianos xiitas apoiados pelo Irã, conhecidas como unidades de Hashid Shaabi (Mobilização Popular).

“Eu os descreveria como iranianos treinados e um pouco iranianos equipados”, disse Dempsey,  acrescentando que não tinha indicações de que pretendiam atacar as forças americanas cerca de 3.000 agora estacionados no Iraque.

Além disso, houve uma brigada iraquiana de cerca de 3.000 soldados, bem como centenas de forças do serviço de contraterroristmo iraquiano, disse Dempsey.

Dempsey, de volta da viagem ao Iraque nesta semana, disse que o resultado de Tikrit falaria muito sobre se o Irã usaria sua influência no Iraque de forma construtiva.

“A operação de Tikrit será um ponto de inflexão de uma forma estratégica ou outro em termos de aliviar nossas preocupações ou aumentá-las”, disse ele.

http://english.alarabiya.net/en/News/middle-east/2015/03/11/Dempsey-says-Iran-backed-Iraqi-militias-could-turn-against-U-S-.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s