CRISTÃOS SÍRIOS E IRAQUIANOS IMPLORAM POR AJUDA INTERNACIONAL

Cristãos sírios e iraquianos pediram mais assistência internacional  na terça-feira no Líbano, depois de fugirem de ataques dos militantes do Estado Islâmico do Iraque e da Síria (ISIS).

Eles falavam em duas igrejas em Beirute onde se alinharam para receber cestas básicas e outros tipos de assistência humanitária de uma organização sem fins lucrativos chamada ‘Em Defense dos cristãos’ (IDC), cuja missão é proteger os cristãos no Oriente Médio.

“Nós costumávamos viver como reis em nossa terra, os nossos filhos tinham educação gratuita; tivemos tudo. Olhe para mim agora “, gritou uma mulher de meia-idade de Tel Nasri, uma vila predominantemente assíria na província de Hassakeh, no nordeste da Síria, em pé ao lado de uma estrada com dois novos colchões e uma cesta de comida que ela tinha acabado de recolher.

O ISIS invadiu um conjunto de aldeias assírias em Hassakeh no mês passado, tendo feito pelo menos 220 cristãos como reféns. Cerca de 25 foram soltos, mas o destino dos prisioneiros restantes não é claro.

Os militantes que controlam cerca de um terço do Iraque e da Síria também têm como alvo locais culturais patrimoniais em territórios que controlam no norte do Iraque, saques e destruiram a antiga cidade de Hatra e a histórica cidade de Nimrud, bem como outros locais importantes do antigo poderoso Império Assírio.

A mulher de Tel Nasri, que falou sob condição de anonimato por razões de segurança, disse que ela fugiu para o Líbano na semana passada com os seus dois filhos, deixando para trás o marido para guardar a casa. “Não peço nada, exceto para autoridades libanesas nos ajudar com o aluguel”, disse ela.

Milhares de cristãos têm fugido do Iraque e Síria para o Líbano nos últimos anos, depois de serem forçados pelo ISIS a escolher entre sair, enfrentar a morte ou pagar um imposto tradicional para não-muçulmanos. Pelo menos, mais de 240 refugiados assírios chegaram desde o final de fevereiro, quando o ISIS atacou vilarejos cristãos na província de Hassakeh.

Alexi Moukarzel, IDC representante em Beirute, disse que os cristãos estão sendo lançados para fora de sua terra e sua “identidade está sendo destruída.” Ele disse que sua organização estava distribuindo 4.000 cestas de alimentos para 2.500 famílias, e pediu maior ação internacional em apoio aos refugiados .

Iman Chamoun, uma mulher de 42 anos, fugiu da cidade iraquiana de Mosul cerca de nove meses, depois que militantes ISIS tomaram-na.

“Eles levaram tudo, a casa, móveis, eles ainda levaram as portas. O trabalho de 25 anos foi perdido em um minuto … É como viver um sonho, um pesadelo “, disse ela.

Ela disse que a família de sete pessoas fugiu sem qualquer dinheiro ou pertences e está lutando no Líbano para cobrir as despesas.

“Mas nós somos cristãos, apesar de tudo, damos graças a Deus”, disse ela.

http://english.alarabiya.net/en/perspective/features/2015/03/17/Syrian-Iraqi-Christians-plead-for-international-assistance.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s