Relatório do Congresso americano: Irã gasta bilhões para fomentar Terror Global

O serviço de investigação do Congresso detalha o dinheiro gasto pelo Irã para apoio a organizações terroristas no Oriente Médio.

Respondendo a um pedido do senador Mark Kirk (R-IL), o Serviço de Pesquisa do Congresso elaborou um relatório detalhando o dinheiro gasto pelo Irã no apoio a organizações terroristas no Oriente Médio.

O relatório, obtido pelo Washington Free Beacon, delineou os gastos maciços por parte do regime iraniano ao Hezbollah no Líbano, as milícias xiitas da Síria e do Iraque, o governo Assad, os rebeldes Houthi no Iêmen e o Hamas na Faixa de Gaza, bem como o próprio programa militar iraniano.

Estas despesas só vão aumentar com o lançamento previsto de US $ 150 bilhões de alívio nas sanções devido ao acordo nuclear entre o Irã e as potências mundiais.

Gastos Militares Iranianos

Embora em Maio de 2015, o presidente dos EUA, Barack Obama tenha informado que o orçamento militar do Irã era ” de 15 bilhões comparado a US $ 150 bilhões para os Estados do Golfo,” a Press TV, um meio de comunicação iraniano, informou, em março o parlamento iraniano tinha aprovado um orçamento de 300 bilhões para os militares em 2015.

Os nomes relatam a Força Quds do Corpo de Guardas Revolucionários Iranianos ‘como o veículo principal que leva a cabo o terrorismo para o regime, citando um estudo que afirma que o financiamento real para a força é “muito maior” do que o montante atribuído a ele no orçamento oficial ” como os fundos do grupo são complementadas pelas suas próprias atividades econômicas”.

Governo Assad

O Irã fornece uma estimativa de 6 a 20 bilhões por ano em ajuda para o regime de Assad na Síria. Uma fonte estimou em 2013, que o Irã estava doando US $ 600-700 milhões por mês para a Síria, enquanto outra diz que a quantidade, desde então, duplicou. Os fundos das milícias, armas e treinamento militar, bem como a compra de petróleo são subsidiados do Irã e de outras commodities.

Apesar de o Irã afirmar que o dinheiro está bloqueado por causa das sanções internacionais, em julho passado, o Irã estendeu $ 1 bilhão em crédito financeiro adicional para o regime sírio.

Milícias xiitas na Síria

O Irã oferece treinamento para milícias xiitas iraquianas, que estão lutando para o regime de Assad na Síria. Estima-se que de 5.000 a 10.000 iraquianos xiitas estão nessas forças que combatem ao lado do Hezbollah e outras facções, fazem emboscadas, estabelecem postos de controle e fornecem suporte para a infantaria blindada síria. O Irã também recruta combatentes para o regime de Assad do Afeganistão e de dentro da própria Síria. O Irã paga a cada lutador cerca de US $ 500 a 1.000 por mês.

Milícias xiitas no Iraque

Um clérigo iraniano citado no relatório do Congresso estima que o Irã gastou mais de US $ 1 bilhão em ajuda militar ao Iraque desde que o Estado Islâmico varreu o país e capturou grandes porções do território no verão passado.

Os fundos das milícias iranianas no Iraque são esses que lutaram contra os Estados Unidos entre 2003 e 2011. Autoridades de inteligência iraquianas dizem que apenas uma dessas milícias, As’aib Ahl Al Haq (Liga dos Justos), recebe entre $ 1,5 e US $ 2 milhões por mês do Irã.

Um relatório publicado pela Amnnesty Internacional em 2014 intitulado absoluta impunidade:  Regra da Milícia no Iraque documentou sequestros e o terríveis homicídios de homens sunitas por estes grupos paramilitares xiitas.

Hezbollah

O mais recente relatório do Departamento de Estado do País sobre Terrorismo (2014) afirma que Irã abasteceu o Hezbollah com “treinamento, armas e explosivos, bem como ajuda política, diplomática, monetária e organizacional.” O Departamento de Defesa estima que Teerã dá ao Hezbollah entre US $ 100-200 milhões em ajuda por ano.

Hamas

Em 2006, estimou-se que o Irã estava fornecendo ao Hamas US $ 20-25 milhões por mês para cobrir seu orçamento de governo, bem como forneceu as armas ao grupo terrorista com base em Gaza,  além de assistência técnica e treinamento militar.

Nos anos seguintes, foi relatado que o auxílio tinha sido cortado, enquanto, ao mesmo tempo, o Irã começou a enviar mais assistência a um grupo terrorista alternativo, palestino Jihad Islâmica.

A maioria dos relatos recentes da mídia dizem que o Irã retomou o seu apoio ao Hamas, fornecendo “dezenas de milhões de dólares” para os esforços militares do Hamas, incluindo a reconstrução de túneis destruídos na guerra Israel-Gaza 2014, a reposição de foguetes e os salários dos lutadores.

Rebeldes Houthi

Ao longo dos últimos anos, o Irã vem aumentando suas atividades no Iêmen. A República Islâmica está atualmente apoiando os rebeldes Houthis, que estão lutando contra o governo iemenita apoiado pela Arábia Saudita, proporcionando-lhes “dezenas de milhões de dólares.”

A entrada de US $ 150 bilhões de dólares como alívio das sanções devido ao acordo nuclear atual com potências do mundo, além de verbas acumuladas através de vastas relações comerciais com o Ocidente, fornecerá ao Irã mais forragem pra seus fãs atearem seus fogos terroristas em todo o mundo.

http://www.clarionproject.org/analysis/congressional-report-iran-spends-billions-foment-global-terror

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s