Mulher paquistanesa incendiada por pretendente abandonado

Uma mulher paquistanesa morreu depois que um pretendente rejeitado a incendiou por recusar sua proposta de casamento, disse um médico.

Sonia Bibi, 20, foi internada no hospital no mês passado, onde ela disse à polícia que seu ex-amante Latif Ahmed tinha encharcado seu corpo com gasolina e ateou fogo depois que ela o rejeitou.

A equipe médica inicialmente disse que ela iria se recuperar, mas um médico em Nishtar de hospital de Multan disse que houve infecção generalizada e ela morreu na terça-feira de manhã.

Quarenta e cinco a 50% do seu corpo tinham sido queimados no ataque, disse à AFP Naheed Chaudhry, o chefe do departamento de queimaduras do hospital.

O incidente ocorreu em uma vila remota do distrito de Multan na província central de Punjab. A polícia prendeu o suspeito de 24 anos.

Centenas de mulheres são assassinadas no Paquistão a cada ano nos casos de violência doméstica ou por razões de defesa da “honra” da família.

A Fundação Aurat, um grupo que trabalha para melhorar a vida das mulheres na sociedade conservadora e patriarcal do Paquistão, afirma que mais de 3.000 mulheres foram mortas em ataques desse tipo desde 2008.

http://www.theguardian.com/world/2015/nov/03/pakistani-woman-set-on-fire-by-jilted-suitor-sonia-bibi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s