Berlim diz que um em cada três pedidos de asilo é de um “falso sírio”

Autoridades alemãs dizem que se trata de uma estimativa das autoridades no terreno, em particular da polícia.

O governo alemão calcula que 30% das pessoas que se dizem sírias no registo para a obtenção do estatuto de refugiado na Alemanha têm outras nacionalidades, indicou hoje um porta-voz do Ministério do Interior.

“Não se trata de uma estatística, mas de uma estimativa que se baseia no que constatam as autoridades no terreno, em particular a polícia e (…) Frontex”, a agência encarregada da vigilância das fronteiras da União Europeia (UE), disse Tobias Plate num encontro com a imprensa.

A Alemanha enfrenta um afluxo sem precedentes de requerentes de asilo, em particular depois de ter decidido deixar de reenviar os sírios para os países em que entraram na UE, como prevê a legislação europeia. Os originários da Síria beneficiam ainda de uma análise mais rápida do seu dossier.

O país espera entre 800 mil e um milhão de requerentes de asilo este ano, um recorde absoluto, contra 200 mil em 2014.

Entre janeiro e fim de julho, 256 938 pessoas apresentaram um pedido de asilo à Alemanha, das quais 55 587 se declararam originárias da Síria.

http://www.dn.pt/globo/interior/berlim-diz-que-um-em-cada-tres-pedidos-de-asilo-e-de-um-falso-sirio-4798588.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s