Ataque a base da ONU no Sudão do Sul mata 18 pessoas

Guerra sectária não poupa refugiados protegidos por capacetes azuis.

JUBA – Um ataque a uma base gerida pelas forças de paz da ONU no Sudão do Sul deixou pelo menos 18 mortos e 40 feridos, anunciou nesta quinta-feira o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon. O local abriga civis fugindo do conflito sectário no país. Não há soldados entre as vítimas fatais, segundo um comunicado.

De acordo com a ONU, os7 mortos eram pessoas deslocadas que viviam na base na cidade de Malakal (Nordeste). Na região, a constante violência entre as comunidades étnicas Dinka e Shilluk explodiu durante a madrugada e avançou pelo dia, disse Ban.

— Todo ataque dirigido contra civis, os locais da ONU e os capacetes azuis podem constituir um crime de guerra — disse Ban, citado em um comunicado.

Sul-sudaneses conferem cenário de destruição após invasão em confronto sectário – JUSTIN LYNCH / AFP

Recentemente, a assinatura de um acordo de paz no país (recentemente criado, mas já flagelado por uma intensa guerra civil e sectária) fez com que o presidente Salva Kiir oferecesse ao líder rebelde, Riek Machar, a volta ao posto de vice-presidente. A proposta foi aceita.

A guerra civil matou milhares de pessoas e deslocou mais de 2,3 milhões desde o fim de 2013.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/mundo/ataque-base-da-onu-no-sudao-do-sul-mata-18-pessoas-18702999#ixzz40ah2N4xS
© 1996 – 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s