Coreia do Norte sequestra cidadãos japoneses, admite 13 casos e permanece impune

A Coreia do Norte anunciou a suspensão de uma investigação sobre o destino dos cidadãos japoneses sequestrados por seus agentes décadas atrás para servirem como treinadores de espiões norte-coreanos, de forma a retaliar sanções do Japão impostas nesta semana, após o recente lançamento de foguete da Coreia do Norte.

A Coreia do Norte teve a audácia de culpar o Japão dizendo que novas sanções de Tóquio eram “pouco menos que a declaração de seu próprio desmantelamento” de um acordo de 2014 em que ambos os países criaram um painel para investigar a questão dos sequestros, mas que agora o painel estava sendo suspenso, tratando-se de mais um exemplo de impunidade e chantagem internacional norte-coreana.

O ministro das Relações Exteriores do Japão, Fumio Kishida, chamou a decisão da Coreia do Norte de “deplorável”, segundo a agência de notícias japonesa Kyodo, mas nada ainda foi feito e as famílias das vítimas continuam sem respostas e notícias de seus entes desaparecidos há quase 50 anos.

A Coreia do Norte admitiu em 2002 que seus agentes tinham sequestrado 13 cidadãos japoneses nos anos 1970 e 80. Cinco sequestrados foram posteriormente autorizados a voltar para o Japão. O Norte disse que os outros estavam mortos ou sequer entraram no país, mas uma investigação completa não foi autorizada pelo regime norte-coreano.

Fonte: The New York Times

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s