Obama: Talibãs continuarão no caminho da violência com novo líder

Presidente dos EUA diz duvidar que grupo opte por diálogo com governo afegão

SHIMA, Japão — O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta quinta-feira duvidar que os talibãs optem pelo diálogo com o governo afegão após a morte do líder da organização, o mulá Akhtar Mansour, por um drone americano no último sábado. Em uma entrevista coletiva à margem da cúpula do G7 no Japão, o mandatário falou ainda sobre as preopcupaçoes da comunidade internacional em relação ao republicano Donald Trump e o perigo de armas nucleares.

— Não esperava que eles nomeassem um democrata — brincou Obama, ao comentar a eleição do mulá Hebatulá Ajundzada, que substituirá Mansour.— Acreditamos que os Talibãs continuarão no caminho da violência. Minha esperança, embora não seja a minha expectativa, é que o Talibã perceba o que deve ser feito e inicie um diálogo com o governo. Duvido que isso aconteça.

Sobre as primárias nos EUA, Obama sugeriu que os líderes mundiais que estão preocupados com Trump — provável candidato republicano à Casa Branca — têm boas razões para se sentirem assim. Ele criticou a “ignorância” do magnata sobre assuntos internacionais.

— Muitas das propostas que apresentou demonstra uma ignorância de assuntos internacionais ou uma atitude de desdém — declarou o presidente na cidade japonesa de Ise-Shima, onde será realizada a cúpula do G7.

Obama, que tem programada uma viagem a Hiroshima, disse ainda que sua intenção é destacar o “risco real” de armas nucleares. A cidade japonesa foi devastada por uma bomba atômica americana, em 1945, durante a Segunda Guerra Mundial.

— Quero enfatizar mais uma vez os riscos muito reais que existem e o sentido de urgência que todos nós devemos ter — acrescentou o presidente.

Depois de se reunir com outros chefes de Estado e de governo, Obama ressaltou que a Coreia do Norte é motivo de “grande preocupação” pelo desenvolvimento de um programa nuclear militar.

— A Coreia do Norte é uma grande preocupação para todos nós. Quando há um regime tão instável e isolado, representa uma ameaça a médio prazo que temos que estar muito atentos.

 Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/mundo/obama-talibas-continuarao-no-caminho-da-violencia-com-novo-lider-19380073#ixzz49lmBEhIo
© 1996 – 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s