Três dos cinco cristãos iranianos presos recentemente foram libertados sob fiança e dois permanecem na prisão

Três dos cinco cristãos iranianos presos recentemente foram libertados sob fiança, enquanto os outros dois permanecem na prisão sem a certeza sobre a sua libertação.

Mohabat Notícias _ Três dos cinco cristãos iranianos presos recentemente foram libertados sob fiança, enquanto os outros dois permanecem na prisão sem a certeza sobre a sua libertação.

Relatórios recebidos pelo Mohabat Notícias indicam que três dos cristãos detidos no condado Firouz-kouh no Irã foram libertados sob fiança em 10 de outubro de 2016, depois de passarem 45 dias na prisão.

Os três homens liberados são Amin Afshar Naderi, Mohammad Dehnavi e Ramil Bet-Tamraz, o filho do ex-líder da Igreja Pentecostal Assíria em Teerã, Pastor Victor Bet-Tamraz. Cada um deles postou uma fiança pesado de aproximadamente 35.000 USD.

Os relatórios indicam que os três homens estavam sujeitos a tortura psicológica grave durante os 45 dias de prisão.

Dois destes cristãos, Ramil Bet-Tamraz e Amin Afshar Naderi, também haviam sido presos em 2014 juntamente com o Pastor Victor Bet-Tamraz e 12 outros cristãos quando estavam comemorando o Natal. O Pastor Victor Bet-Tamraz passou 65 dias na prisão, e depois que ele foi libertado sob fiança passou a ficar à espera do seu julgamento.

Os outros dois fiéis dos cinco presos recentemente, ou seja, Amir Saman Dashti e Hadi Asgari ainda estão na prisão sem qualquer perspectiva de serem soltos.

Vale ressaltar que esses homens não foram acusados oficialmente ainda. De acordo com as leis iranianas, é ilegal manter os indivíduos sob custódia por um período prolongado de tempo sem cobrar-lhes oficialmente pela ofensa. No entanto, o governo iraniano mantém presos políticos e religiosos na incerteza, como forma de pressioná-los.

Estes cinco homens cristãos iranianos foram presos no dia 26 de agosto de 2016 numa reunião de família em um jardim no condado Firouz-kouh. Autoridades de segurança invadiram o jardim e prendeu os cristãos na presença de suas famílias.

Suas famílias não souberam do paradeiro dos presos durante semanas e eles não foram oficialmente registrados em qualquer prisão.

O Irã é um dos principais países onde ocorrem violações dos direitos humanos e de liberdade religiosa. As Nações Unidas, bem como muitas organizações de direitos humanos condenaram essas violações e pediram ao governo iraniano para parar a repressão contra os cidadãos iranianos por suas crenças.

Portas Abertas ‘também lista o Irã entre os 10 países onde os cristãos são mais perseguidos.

Three out of Five Recently Arrested Iranian Christians Released on Bail; Two Remain in Prison

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s