Muçulmanos do ISIS espancam brutalmente e executam jovem cristão que não aceitou se converter ao islã

Shoebat – Muçulmanos do ISIS no Iraque levaram um jovem cristão e disseram-lhe que se ele se convertesse ao Islã,  não iriam matá-lo. Em seguida, ele declarou: “Eu nunca vou abandonar a minha religião.” Eles o espancaram brutalmente e depois o executaram. Sua mãe, Assaf, compartilhou a história. Aqui está o relatório:

Membros do exército sírio ficaram escondidos na casa de Assaf: “Eu disse ao meu filho que poderia ser morto por causa dos soldados escondidos em nossa casa”, disse ela. “Meu filho respondeu: ‘Eu prefiro morrer do que fugir.” Então, quando o ISIS invadiu o edifício de apartamentos em que vivemos, o meu vizinho veio e perguntou ao meu filho se não seria melhor usar um nome muçulmano,’ Khaled. “Mas ele disse: ‘Não . Não. Eu não quero morrer com o nome ‘Khaled’. “

“Meu filho me disse: ‘Não, mãe, eu não quero morrer com uma identidade que não a minha. Prefiro morrer com o nome de George, “Assaf continuou. “Eu pedi ao meu filho, em seguida, que se escondesse, mas ele recusou e disse, ‘Eu não quero me esconder. Você é a pessoa que me ensinou a seguir o que Cristo disse ‘-‘ qualquer que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai que está nos céus ‘ “.

Infelizmente, Assaf e sua família foram denunciados por vizinhos muçulmanos que informaram ao grupo terrorista que os soldados estavam se escondendo em sua casa. Imediatamente, os combatentes do ISIS invadiram a casa da família e ordenaram-lhes que se convertesse ao Islã.

“Então, eles invadiram a casa como uns loucos e prenderam meu filho”, explicou ela. “Disseram-lhe que não iriam matá-lo se ele abandonasse sua religião. Mas, ele disse-lhes: ‘Eu nunca vou abandonar a minha religião. “Então, eles começaram a espancá-lo no quarto de hóspedes. Levaram-no para o quintal e atiraram nele. E eles o mataram. “

Assad disse que consola-se com o fato de que seu filho morreu como um verdadeiro cristão, mas disse que ainda dói o fato de não saber onde ele foi enterrado.

“O exército o sepultou em uma vala comum, porque há muitas pessoas mortas”, disse ela. “Sim, muitos foram mortos. Eu continuei a procurar o meu filho em hospitais durante dois meses, na esperança de encontrá-lo entre os cadáveres. Eu fui uma e outra vez procurá-lo para não perder a esperança até que eles confirmaram sua morte há um tempo atrás. O meu desejo era encontrar seu corpo e enterrá-lo eu mesmo. “

Muslims Take Christian Man And Tell Him: ‘If You Convert To Islam, We Will Let You Live.’ The Christian Man Declares: ‘I Will Never Abandon My Religion.’ They Brutally Beat Him And Then Execute Him

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s