Aumenta o número de deslocados cristãos

A situação dos civis do Sudão do Sul e também da igreja no país é preocupante; muitos cristãos perderam suas casas e seus entes queridos, desde o início da guerra civil

De acordo com a ONU, desde 2013, o número de refugiados vindos de países como o Sudão do Sul, Síria, Afeganistão e Somália, somados passou de um milhão. Além disso, estima-se que o número de pessoas deslocadas internamente esteja em torno de 1,6 milhões só no Sudão do Sul. Normalmente, os refugiados dessas nações fogem para Uganda, Etiópia, Quênia, República Democrática do Congo (RDC) e República Centro-Africana.

A região de Ituri da RDC, em particular, está passando por um grande afluxo de refugiados provenientes do Sudão do Sul e alguns deles têm que acampar debaixo de escolas e igrejas. Conforme o relatório da ONU, há muitas crianças não acompanhados e relatos de mulheres e meninas que estão sendo atacadas durante a fuga.

“A situação dos civis do Sudão do Sul e também da igreja no país é preocupante. Muitos cristãos perderam suas casas e seus entes queridos, desde o início da guerra civil. Há muitas ONG’s cristãs em ação, tentando ajudar as vítimas dessa situação”, comenta um dos colaboradores da Portas Abertas que atua na região. Segundo ele, igrejas estão sendo usadas como abrigos. Há indícios de que a guerra seja retomada já que os acordos de paz não estão sendo cumpridos.

https://www.portasabertas.org.br/noticias/2016/10/aumenta-o-numero-de-deslocados-cristaos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s