Veja as igrejas destruídas no Iraque

À medida que o exército iraquiano liberta território dos jihadistas do Estado Islâmico, estão descobrindo os danos causados à antiga herança cristã do Iraque.

O Estado islâmico devastou a antiga herança dos cristãos do Iraque. Muitas igrejas, algumas com centenas de anos, foram danificadas ou até mesmo destruídas, juntamente com tesouros arqueológicos anteriores, como palácios pertencentes aos reis da Assíria antiga.

Aqui está apenas um exemplo dos crimes do ISIS contra a comunidade cristã do Iraque.

(Photo: Thomas Coex/AFP/Getty Images)

(Photo: Thomas Coex/AFP/Getty Images)

Um retrato de Jesus Cristo é visto dentro da Igreja da Imaculada Conceição, na cidade cristã de Qaraqosh, também conhecida como Hamdaniya, a cerca de 20 milhas a leste de Mosul, no dia 4 de dezembro de 2016, um mês depois que as forças iraquianas a recapturaram a Igreja que estava em poder do grupo de jihadistas do Estado Islâmico.

(Photo: SAFIN-HAMED/AFP/GettyImages)(

Photo: SAFIN-HAMED/AFP/GettyImages)

David Dosha, sacerdote da Igreja de Mart Shmony, localizada na cidade cristã iraquiana de Bartella, a cerca de 10 quilômetros a leste de Mosul, inspeciona os danos em 24 de outubro de 2016, no recinto da igreja depois que as forças iraquianas retomaram o controle da cidade dos jihadistas do grupo Estado islâmico. O serviço de combate ao terrorismo (CTS), a força mais treinada no Iraque, retomou o controle total de Bartalla em 20 de outubro.

(Photo: THOMAS COEX/AFP/GettyImages)

(Photo: THOMAS COEX/AFP/GettyImages)

Detritos espalhados pelo chão da igreja cristã de Qaraqosh, também conhecida como Hamdaniya, a cerca de 20 milhas a leste de Mosul, em 4 de dezembro de 2016, um mês depois que as forças iraquianas a recapturaram do Estado Islâmico.

(Photo: Carl Court/Getty Images)

(Photo: Carl Court/Getty Images)

Uma igreja que foi parcialmente destruída pelo Estado Islâmico é retratada durante a ofensiva para recapturar a cidade de Mosul dos militantes islâmicos em 23 de outubro de 2016, em Bartella, Iraque. Apesar da forte oposição, as forças iraquianas e curdas continuaram a avançar para a segunda maior cidade do Iraque, em Mosul, e agora estão a menos de cinco milhas da cidade onde os combatentes do ISIS passaram meses construindo defesas elaboradas em antecipação da ofensiva.

(Photo: Chris McGrath/GettyImages)

(Photo: Chris McGrath/GettyImages)

Um lutador do NPU (Nineveh Plain Protection Units) caminha através de uma igreja destruída em 8 de novembro de 2016 em Qaraqosh, no Iraque. O NPU é uma organização militar composta por cristãos assírios e foi formada no final de 2014 para defender-se contra o ISIS. Qaraqosh, uma cidade em grande parte assíria a apenas 22 milhas ao sudeste de Mosul foi tomada pelo ISIS em agosto de 2014 forçando todos os residentes a fugir, a cidade foi em grande parte destruída com todas as igrejas queimadas ou fortemente danificadoas A cidade permaneceu sob controle de ISIS na semana passada quando foi liberada durante a ofensiva de Mosul.

(Photo: Chris McGrath/AFP/GettyImages)

(Photo: Chris McGrath/AFP/GettyImages)

As cópias danificadas de Jesus são vistas dentro do interior queimado e destruído da igreja de St Mary al-Tahira em 8 de novembro de 2016, em Qaraqosh, Iraque.

http://www.clarionproject.org/analysis/take-look-inside-shattered-churches-iraq

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s