Brunei: sharia pode punir cristãos que insistem em evangelizar

As novas penalidades da lei islâmica que estão sendo inseridas aos poucos na Constituição vão acrescentar punições corporais graves, como flagelação e apedrejamento.

Depois da segunda fase da implantação da lei sharia no país, a igreja passou a seguir regras ainda mais restritas e perigosas. Igrejas sempre foram consideradas ilegais, os cristãos sempre foram atacados, mas as novas penalidades da lei islâmica que estão sendo inseridas aos poucos na Constituição vão acrescentar punições corporais graves, como flagelação e apedrejamento.

Para atrair as pessoas ao islã e evitar que pratiquem o cristianismo, os líderes muçulmanos estão investindo de várias formas. Todos os dias nos jornais locais há relatos de convertidos ao islã que receberam presentes e apoio financeiro. Em contrapartida, os cristãos são proibidos de evangelizar e são punidos severamente caso desobedeçam.

A hostilidade contra os cristãos é sentida fortemente no pequeno país que ocupa a 25ª posição na Classificação da Perseguição Religiosa. Mesmo assim, a igreja continua perseverante e cresce, na graça e no conhecimento.

https://www.portasabertas.org.br/noticias/2016/12/sharia-pode-punir-cristaos-que-insistem-em-evangelizar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s