Quirguistão: agredido, expulso e humilhado por sua fé

Cristão foi obrigado a abandonar sua aldeia por professar a fé cristã; antes, porém, ele foi agredido violentamente, sua casa foi apedrejada e seu gado exterminado.

Zaur* é um cristão que vive em uma das pequenas aldeias do Quirguistão. Recentemente, ele foi agredido pelos aldeões por causa de sua fé. O irmão dele apelou ao departamento de polícia local apresentando uma declaração sobre o incidente. Nenhum dos policiais presentes aceitou receber a declaração.

Quando Zaur foi levado ao hospital, muito machucado com os golpes violentos que recebeu, também encontrou obstáculos. Assim que o médico soube que ele foi agredido por ser cristão, também se recusou atendê-lo. Ele teve que ir embora sem receber os primeiros socorros.

Essa violência o forçou a se mudar dali. Seus pais e seu irmão não professam a fé cristã, mas respeitam e apoiam Zaur. A família teve que sair da aldeia com receio do que mais os aldeões poderiam fazer contra eles. No dia seguinte, os vizinhos que estavam furiosos mataram todo o seu gado e pessoas desconhecidas apedrejaram sua casa.

* Nome alterado por motivos de segurança.

https://www.portasabertas.org.br/noticias/2016/12/agredido-expulso-e-humilhado-por-sua-fe

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s