Conselho de Estudiosos Religiosos “Palestinos”: “A normalização com Israel se desvia da norma árabe e islâmica”

“A normalização dos laços com Israel é ‘contra o Islã'”, de Dalit HaleviArutz Sheva , 26 de março de 2018:

O Conselho de Religiosos e Palestrantes em Beit Al-Mukdas, em Jerusalém, alertou contra a normalização dos laços com a “ocupação”.

O Conselho é chefiado pelo xeique Ekrima Sabri, que também serve como imã na mesquita de Al-Aqsa. Nomeado pelo arquiterrorista Yasser Arafat, Sabri legitimou atentados suicidas e ataques a civis durante a Segunda Intifada.

Em um comunicado, o conselho disse que “a normalização com Israel se desvia da norma árabe e islâmica” e é considerada “lealdade à ocupação”.

Eles também disseram que “a Palestina” sempre “cuspiu os invasores”, assim como um corpo saudável se livra de uma doença. A solução para a ocupação, dizem eles, é removê-la da terra abençoada e sagrada.

Qualquer tipo de normalização com Israel é proibida de acordo com a lei da Sharia, e qualquer um que tenha qualquer tipo de relacionamento normalizado com Israel é considerado um pecador.

Com informações de Jihad Watch e imagem de CUFI UK

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s