Chefe da Otan diz que aliança não ajudará Israel se o Irã atacar

Jens Stoltenberg diz a Der Spiegel que o estado judeu é um parceiro, mas não um membro, e portanto, “garantia de segurança” não se aplica

BERLIM (Reuters) – O secretário-geral da Otan disse no sábado que a aliança não virá em defesa de Israel em caso de ataque do Irã.

Jens Stoltenberg disse à revista Der Spiegel que Israel é um parceiro, mas não um membro e que a “garantia de segurança” da OTAN não se aplica ao Estado judeu.

O tratado da OTAN exige que a aliança defenda militarmente os países membros, dos quais existem 28, mas não parceiros. Ainda assim, os estados parceiros contribuem regularmente para operações da OTAN, como as do Afeganistão e missões navais ao longo da Somália e no Mar Mediterrâneo.

Israel é parceiro da OTAN desde 1994. De 2010 a 2016, suas tentativas de abrir uma missão oficial na sede da organização em Bruxelas foram frustradas pela Turquia.

Ele falou em um momento de crescente tensão entre Israel e Irã. Israel vem travando uma campanha para impedir que o Irã estabeleça uma presença permanente na Síria e no Líbano. O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, também liderou a oposição ao acordo nuclear com o Irã, pedindo que ele seja descartado ou consertado. Os EUA se retiraram no mês passado.

Com informações The Israel of Times

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s