Foguetes de Gaza atingem casa e sinagoga em Sderet ferindo 3 israelenses

Palestinos em Gaza dispararam foguetes contra a cidade fronteiriça de Sderot na noite de sábado, com dois dos foguetes atingindo uma casa e uma sinagoga. Três israelenses foram moderadamente feridos.

O serviço de resgate Magen David Adom disse que os três feridos eram um homem de 52 anos com uma lesão no peito devido aos estilhaços, e duas meninas, de 14 e 15 anos, com lesões nos membros.

O foguete que os feriu caiu no telhado de uma casa na cidade. Atingiu um abrigo de bomba reforçado no edifício, limitando o dano. O segundo foguete atingiu uma sinagoga que estava vazia na hora.

Vários outros foguetes foram interceptados pelo Iron Dome.

 

Uma israelense de 45 anos que sofria de ansiedade também foi evacuada para o hospital.

No fim de semana, palestinos dispararam dúzias de foguetes contra Israel e a IDF atacou mais de 40 alvos na Faixa de Gaza, no mais extenso ataque diurno desde a Operação de Proteção de 2014.

Enquanto isso, o Ministério da Saúde palestino na Faixa de Gaza informou que dois adolescentes, de 15 e 16 anos, foram mortos em um ataque da IDF no sábado em uma estrutura que o Exército israelense disse estar situada sobre um túnel de ataque em Gaza.

“Aviões de combate da IDF atacaram um prédio alto no campo de refugiados de Shatti, no norte da Faixa de Gaza, que servia como centro de treinamento para a organização terrorista Hamas”, disse a IDF sobre o ataque em um comunicado. “Um túnel de ataque foi escavado sob o prédio, que foi usado para treinamento de luta subterrânea. Este túnel faz parte de uma rede de túneis subterrâneos escavados pela organização terrorista Hamas em toda a Faixa de Gaza. ”

 

Quatorze pessoas foram feridas em toda a Faixa de Gaza, disse o Ministério da Saúde do Hamas.

Fontes palestinas informaram que as IDF realizaram vários outros ataques no norte da Faixa de Gaza na noite de sábado.

De acordo com relatos não confirmados em Gaza, no final da tarde, autoridades do Hamas e da Jihad Islâmica ordenaram que seus agentes suspendessem todos os disparos de foguetes. No entanto, poucos minutos depois que esses relatórios circularam, um projétil disparado na direção do Kibbutz Alumim perto de Nahal Oz foi interceptado pelo sistema de defesa antimíssil Iron Dome.

Sirenes também foram ouvidas na região de Eshkol no sul de Israel e em Ashkelon à noite. Nenhum dano foi relatado no lado israelense.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu estava realizando consultas contínuas no sábado com o ministro da Defesa, Avigdor Liberman, o chefe de gabinete da IDF, Gadi Eisenkot, e outros altos funcionários de segurança para rever a situação em desenvolvimento em torno da Faixa de Gaza.

A liderança política de Israel estava considerando uma série de possibilidades para tentar deter o fogo, incluindo assassinatos de chefes terroristas do Hamas, o uso de forças terrestres e um cessar-fogo mediado pelo Egito e/ou outros, mas nenhuma decisão foi tomada até o momento, isto no final da tarde de sábado, segundo o noticiário da Hadashot TV.

Fontes egípcias disseram que o Cairo está trabalhando para evitar uma nova escalada e para mediar um cessar-fogo entre Israel e grupos terroristas palestinos, informou o site de notícias Walla.

Também no sábado, Nikolai Mladinov, Coordenador Especial das Nações Unidas para o Processo de Paz no Oriente Médio, teria conversado com várias autoridades israelenses e egípcias em uma tentativa de restaurar a calma na região.

Durante a noite, os palestinos atiraram mais de 30 projéteis em Israel e continuaram os ataques no sábado, disparando mais 60 foguetes e morteiros. Moradores de comunidades fronteiriças de Israel passaram a noite em abrigos antiaéreos e foram alertados para permanecer perto dos abrigos durante o dia.

Depois da meia-noite de sexta-feira a sábado, as Forças de Defesa de Israel atingiram um túnel de ataque e bases de treinamento do Hamas em Gaza em resposta ao ferimento moderado de um oficial da DFI por uma granada de mão lançada durante um tumulto na fronteira na sexta-feira.

A IDF disse que o Iron Dome interceptou 20 projéteis no total que foram destinados a áreas residenciais.

O Hamas disse no sábado que a enxurrada de foguetes e morteiros em território israelense durante a noite foi disparada pela “resistência” a “impedir a escalada israelense”.

O porta-voz do grupo terrorista Fawzi Barhoum também disse que os projéteis eram uma “resposta imediata” que deveria “entregar a mensagem” a Israel.

O Exército disse que responsabilizou o Hamas por toda a violência proveniente de Gaza, que o grupo terrorista governa desde 2007.

Com imagem e informações The Times of Israel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s