Hungria: a Europa deve preservar suas raízes e tradições cristãs e deve funcionar como uma aliança de estados-nações fortes

O diretor de comunicações do Fidesz, Balazs Hidveghi, falou sobre a política de imigração e a campanha do partido no poder para as eleições europeias em uma entrevista com o diário Magyar Hirlap .

Segundo Hidveghi, George Soros tornou-se um personagem central no debate sobre imigração apoiando ativamente a onda migratória para a Europa, de modo que não deveria se surpreender com o fato de as forças soberanas nacionais falarem contra ele.

Ele acrescentou que usar os métodos do marketing político é natural, e ele está orgulhoso da campanha bem sucedida de Fidesz, que se tornou um modelo para vários especialistas na Europa.

De acordo com o político, Soros não desistiu da cota obrigatória de reassentamento e tem influência sobre as instituições da UE que apoiam essa ideia.

Ele lembrou que a Hungria desistiu do Acordo de Migração da ONU porque o documento criaria um exemplo perigoso ao reconhecer a migração como um direito humano fundamental.

Hidveghi disse que em sua campanha para as eleições europeias de 2019, o Fidesz vai focar fortemente nas questões que determinam o futuro da Europa.

“A Europa deve preservar suas raízes e tradições cristãs, deve funcionar como uma aliança de Estados-nações fortes, porque esse é o interesse do povo europeu e é a única maneira pela qual a UE pode ter sucesso na competição global”.

Com imagem e informações Voice of Europe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s