Iraque: Cristãos não podem retornar aos locais de origem devido ameaças de milícias apoiadas pelo Irã

ERBIL – Dezenas de famílias cristãs que fugiram das planícies de Nínive para a região do Curdistão quando a área foi atacada pelo Estado Islâmico (IS) em 2014, ainda não retornaram ao seu local de origem por causa da milícia de Hashd apoiada pelo Irã. disse o ativista Shaabi.

Falando com BasNews, Haisam Pitros, um ativista cristão, disse que “não há garantia” nas planícies de Nínive para o grupo minoritário, explicando que essa é uma das principais razões pelas quais muitos cristãos estão deixando Mosul e os arredores desde 2003.

Ele observou que eles se sentem seguros ​​nas áreas onde as forças Peshmerga estão baseadas, mas não em nenhum território onde os grupos armados xiitas estão presentes.

Pitros apontou que mais de 270 famílias do grupo religioso minoritário estão atualmente sediadas nos campos de deslocados internos na região do Curdistão.

Com imagem e informações Basnews

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s