Clérigo Muçulmano: Se os muçulmanos “subirem ao poder através da democracia, eles não permitirão que um infiel os governe”

“Sermão de sexta-feira em Jatt, Israel, pelo xeque Ahmad Badran: Quando os muçulmanos chegarem ao poder, nunca permitirão que os infiéis governem os muçulmanos” , MEMRI , 28 de junho de 2019:

O xeque Ahmad Badran disse em um sermão de sexta-feira de 28 de junho de 2019 em Jatt, Israel que foi enviado à Internet que os infiéis devem saber que quando os muçulmanos governarem de acordo com o Islã, não haverá uma única lei que não seja islâmica. Ele disse que os muçulmanos nunca permitirão que os não-muçulmanos governem os muçulmanos porque Allah disse que os infiéis nunca terão influência sobre os muçulmanos. Referindo-se aos muçulmanos que dizem que estão explorando a democracia para chegar ao poder, Badran aconselhou os infiéis a não serem enganados e explicou que assim que esses muçulmanos chegarem ao poder, eles também nunca permitirão que os infiéis governem os muçulmanos. Ele também explicou que quando a Irmandade Muçulmana “flerta” com os infiéis dizendo que apóiam a alternância de poder, eles estão apenas agindo para subir ao poder.

Sheikh Ahmad Badran: “Devemos dizer aos infiéis que quando governarmos de acordo com o Islã, não haverá uma única lei que não seja islâmica. Isso não é tudo. Nós nunca permitiremos que um não-muçulmano governe os muçulmanos. Devemos ser claros sobre isso. Alguns de nossos irmãos dizem: “Nós exploramos a democracia para chegar ao poder”. Estou dizendo aos infiéis: não se deixem enganar. Nossos irmãos muçulmanos – embora pensemos que eles escolheram um caminho errado … Se eles ascenderem ao poder através da democracia e conseguirem consolidar seu poder, eles não permitirão que um infiel os governe novamente. Você pode ter certeza disso. Estou me referindo a Erdogan ou Mohamed Morsi, que Allah tenha misericórdia de sua alma. É tudo a mesma coisa. Em qualquer lugar que os muçulmanos cheguem ao poder, por qualquer método, eles não permitirão que um infiel governe novamente os muçulmanos. Nós não aceitamos um sistema pluralista que combine islamismo e heresia. Existe apenas o Islã.

[…]

“Os infiéis não podem governar os muçulmanos, porque Allah diz: ‘Allah nunca concederá influência aos infiéis sobre os muçulmanos’. Se nossos irmãos islamistas [da Irmandade Muçulmana] flertarem com você e disserem que eles apóiam a alternância de poder – eles estão apenas fingindo ser infelizes para ascender ao poder. Se ascenderem ao poder, não permitirão que um infiel governe os muçulmanos. Não há duas maneiras sobre isso.

Imagem Britain First e  Informações Jihad Watch

Uma consideração sobre “Clérigo Muçulmano: Se os muçulmanos “subirem ao poder através da democracia, eles não permitirão que um infiel os governe””

  1. Crítico, nefasto! Está ficando estreito a coisa. Quando essa onda iniciar, será coletiva. Eles estão se organizando entre eles. Qual será a narrativa daqueles que se dizem “evangélicos, chamados por Deus” lacaios, lobos que hoje vivem manipulando o povo, com o falso evangelho, doutrinando o povo com suas igrejas lotadas, e vazias do verdadeiro Evangelho, que nada comentam, nada manifestam sobre esses fatos, não alertam o povo sobre esse movimento de cristofobia. Sim, porque eles objetivam somente uma meta: perseguir e destruir o Cristianismo, e para isso, estão utilizando o viés democrático para cumprir o plano e tomar o poder governamental.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s