Arquivo da tag: #ataque aéreo

Caças israelenses atacam o Hamas no norte de Gaza após ação terrorista da facção islâmica

Ataque aéreo ocorre depois que os palestinos detonam um dispositivo explosivo perto de um veículo da IDF; Exército diz que responsabiliza o Hamas por todos os incidentes de segurança

As Forças de Defesa de Israel realizaram um ataque aéreo no norte da Faixa de Gaza na noite de quarta-feira, disse o Exército, enquanto sirenes de foguetes soavam em várias cidades e comunidades israelenses na fronteira com o território controlado pelo Hamas.

A IDF vê a organização terrorista Hamas como responsável por todos os incidentes que acontecem na Faixa de Gaza ou vindos de lá e não permitirá que um grupo terrorista transforme a área da fronteira em uma zona de combate“, disse o Exército em um comunicado.

A mídia palestina informou que um avião não tripulado disparou contra a base de “Abu Jarad” ao sul da cidade de Gaza.

Minutos depois que o Exército confirmou o ataque aéreo, sirenes de foguetes foram ativadas nos conselhos regionais Sha’ar Hanegev e Sdot Negev, na fronteira com a Faixa de Gaza, enviando milhares de famílias a buscar abrigos antiaéreos. O exército disse que estava investigando o que provocou as sirenes.

Nos últimos meses, houve um aumento no número de ataques de IED ao longo da fronteira de Gaza. Em fevereiro, quatro soldados ficaram feridos, dois deles gravemente, quando um grupo terrorista palestino detonou uma bomba que foi feita para parecer um mastro de bandeira, que foi fixado na cerca de segurança.

Os moradores de Gaza realizaram uma série de protestos na fronteira israelense nas últimas semanas, que repetidamente descambaram em violência e cerca de 30 manifestantes palestinos foram mortos após se aproximarem da cerca israelense. Ativistas palestinos têm insistido que os protestos são liderados por civis e não-violentos, enquanto Israel disse que eles foram usados ​​como cobertura para as tentativas de violência contra as tropas israelenses e os esforços para romper e danificar a fronteira.

Analistas de defesa dizem que as marchas são uma nova tática do Hamas para realizar operações terroristas na confusão das manifestações, já que os foguetes do grupo foram impedidos pelo Iron Dome de Israel e seus túneis foram neutralizados com uma nova barreira subterrânea sendo construída em torno de Gaza.

O Exército disse que o ataque atingiu um local militar pertencente ao Hamas e foi uma retaliação a uma bomba detonada por palestinos perto de um veículo israelense adjacente à cerca de segurança no norte da Faixa de Gaza, nesta quarta-feira, causando ferimentos ou danos.

Com informações e imagem The Times of Israel

Rapper alemão integrado ao EI morre em bombardeio na Síria

Denis Cuspert, conhecido como Deso Dogg, se uniu ao EI em 2012.
Ele não era considerado alvo importante e morreu com outros jihadistas.

Denis Cuspert, um rapper alemão que havia entrado para o Estado Islâmico (EI), teria morrido após um ataque aéreo norte-americano na Síria – informou uma fonte do ministério da Defesa nesta quinta-feira (29).

“Acreditamos que ele morreu num bombardeio norte-americano neste mês”, disse a fonte, que pediu para não ser identificada.

“Não era considerado um alvo importante, o ataque não era contra ele”, agregou, afirmando que outros jihadistas também foram atingidos na operação.

Também conhecido como Deso Dogg, Cuspert mudou seu nome para Abu Talha al-Almani.

O alemão se uniu ao EI em 2012 e apareceu em inúmeros vídeos do grupo jihadista, incluído um em novembro do ano passado “no qual segura uma cabeça, afirmando que pertencia a um homem morto por se opor ao EI”, afirmou anteriormente o departamento de Estado.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/10/rapper-alemao-integrado-ao-ei-morre-em-bombardeio-na-siria.html

Ataque aéreo do regime sírio mata civis em mesquita de Aleppo, diz ONG

Ao menos 10 civis morreram, incluindo duas crianças, e 20 ficaram feridas. Fiéis estavam orando em mesquita de bairro rebelde.

Ao menos 10 civis morreram nesta segunda-feira (22) em um ataque da aviação do regime sírio contra uma mesquita de Aleppo, no norte da Síria, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

“O fiéis estavam em plena oração do por do sol na mesquita do bairro rebelde de Ansari, em Aleppo”, quando o aviação do regime lançou um barril com explosivos, “matando ao menos 10 civis, incluindo duas crianças, e ferindo outras vinte pessoas”, revelou a ONG, que dispõe de uma larga rede de informantes na Síria.

http://g1.globo.com/mundo/siria/noticia/2015/06/ataque-aereo-do-regime-sirio-mata-civis-em-mesquita-de-aleppo.html

EUA realiza ataque aéreo contra líder do al-Shabaab na Somália

Os Estados Unidos realizaram um ataque aéreo contra um alto líder dos radicais islâmicos ‘shebab’ na Somália e estão a avaliar os resultados da operação, anunciou hoje o Pentágono.

A operação, que não envolveu soldados norte-americanos no terreno, decorreu na quinta-feira numa estrada a sul de Mogadíscio e foi dirigida contra um “alvo de alto valor”, declarou aos jornalistas um porta-voz do Pentágono, o coronel Steven Warren.

Um responsável do Departamento de Defesa indicou à agência France Presse que o ataque foi realizado por um ‘drone’ (avião não tripulado).

“Esta operação visou a rede ‘shebab'”, adiantou Warren, indicando que o Pentágono poderá dar informações adicionais “se e quando for apropriado”.

O Pentágono recusou comentar informações de que o ataque teria visado um dos cérebros do ataque ao centro comercial Westgate, em Nairobi, em setembro de 2013, que causou 67 mortos.

Três pessoas morreram hoje e oito ficaram feridas no ataque a uma caravana oficial no nordeste do Quénia, perto da fronteira somali, segundo um responsável local, um atentado reivindicado pelos ‘shebab’.

A caravana, que transportava o governador do condado de Madera, Ali Roba, foi atacada através de lança-roquetes perto da localidade de Madera, mas o governador não foi atingido, indicou à AFP um autarca de Madera, Elvis Korir.

Contactado pela AFP, Abdulaziz Abu Musab, porta-voz militar dos ‘shebab’, reivindicou a operação, afirmando que tinham sido mortas quatro pessoas e destruídos dois veículos.

Há vários anos que os ‘shebab’ realizam ataques em países vizinhos e envolvidos militarmente contra os radicais na Somália.

Os rebeldes ‘shebab’, que em 2012 anunciaram a sua adesão formal à Al-Qaida, já controlaram quase todo o centro e sul da Somália, mas desde agosto de 2011 que têm sofrido uma série de desastres militares.

Ainda assim continuam a ser a principal ameaça à paz na Somália, país em que as primeiras eleições multipartidárias por sufrágio universal em mais de 40 anos estão previstas para 2016. Desde a queda do regime autoritário do presidente Siad Barre em 1991 que o país vive em guerra civil.

http://www.dnoticias.pt/actualidade/mundo/504286-eua-realizam-ataque-aereo-contra-responsavel-dos-shebab-na-somalia