Arquivo da tag: #massacres

Aldeias cristãs são atacadas durante festividades

A violência se espalhou para várias regiões; fontes locais informaram que o número de mortos é de aproximadamente 700.

Ataques em várias aldeias da República do Congo e combates entre milícias mataram pelo menos 35 pessoas durante as festas de fim de ano, em Kivu do Norte, ao leste do país, uma região onde a maioria dos habitantes é cristã.

A violência começou em Eringeti, uma cidade que fica a 55 quilômetros de Beni e que é muito conhecida pelos massacres que deixaram centenas de mortos, organizados pelos rebeldes das Forças Democráticas Aliadas (ADF, sigla em inglês, Allied Democratic Forces), dominadas por muçulmanos extremistas ugandenses.

Entre as vítimas estavam pelo menos 13 civis hutus (grupo étnico originado em Ruanda e Burundi), a maioria de mulheres e uma menina de apenas oito anos, de acordo com informações de um oficial local. A violência se espalhou para outras regiões. Fontes locais informaram que o número de mortos é de aproximadamente 700.

Leia também
A “Grande Guerra da África” chega no país
Momento de espera para os cristãos congoleses

https://www.portasabertas.org.br/noticias/2017/01/aldeias-cristas-sao-atacadas-durante-festividades

Desde 622 d.C, islã massacrou mais de 669 milhões de não-muçulmanos

Na verdade, nenhuma ideologia tem sido tão genocida como islâ…

Pelos números totais, nós atualizamos mais de 80 milhões de cristãos mortos por muçulmanos em 500 anos nos Estados dos Balcãs, Hungria, Ucrânia e Rússia.

Então, nós temos Índia. O número estimativo oficial de abates muçulmanos de hindus é de 80 milhões. No entanto, o historiador muçulmano Firistha (b. 1570) escreveu (em qualquer Tarikh-i Firishta ou o Gulshan-i Ibrahim), que os muçulmanos abateram mais de 400 milhões de hindus até o pico da lei islâmica na Índia, reduzindo a população hindu de 600 milhões para 200 milhões na época.

Com estas novas adições ao genocídio muçulmano de não-muçulmanos desde o nascimento de Mohammed seriam mais de 669 milhões assassinatos.

Fonte: Israel Islam and End Times 

Nakba, o mito palestino

De acordo com os palestinos, eles foram expulsos de Israel pelos exércitos judeus em 1948. Fartas documentações e muitos testemunhos de líderes árabes e historiadores pretendem provar que, na verdade, eles fugiram da zona de conflito por causa da propaganda árabe, espalhando a notícia falsa de massacres … Deir Yassin, entre outros. Os referidos massacres assim se tornaram uma lenda. Pallywood, Pallywood …

ASSISTA O VÍDEO :

http://www.israelsvoice.org/2014/11/19/a-palestinian-myth-the-so-said-nakba/