Arquivo da tag: #porta-voz

Porta-voz do premiê iraquiano renuncia após música pró-Saddam

Vídeo de 15 anos atrás mostra porta-voz cantando música pró-ditador.
Rafid Jaburi pediu para deixar o cargo após divulgação.

O porta-voz do primeiro-ministro iraquiano anunciou neste sábado sua renúncia após a divulgação na internet de um vídeo de 15 anos atrás, no qual ele aparece cantando uma música que glorificava o então presidente Saddam Hussein.

“Eu não quero constranger os serviços do primeiro-ministro (…) Pedi, portanto, para deixar meu gabinete, o que já foi aceito”, informou Rafid Jaburi em sua página no Facebook, confirmando mais tarde sua demissão à AFP.

No vídeo, Jaburi aparece cantando uma canção que descreve o ditador como “a espada da justiça contra o mal” e proclama: “Oh Saddam Hussein, seus inimigos caem e você permanece”. As imagens mostram o ex-presidente empunhando uma espada, montado num cavalo branco.

Saddam Hussein, que serviu como presidente por mais de 20 anos, foi derrubado em 2003 após a invasão do Iraque pelos Estados Unidos. Ele foi executado em 2006.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/04/porta-voz-do-premie-iraquiano-renuncia-apos-musica-pro-saddam.html

Porta-voz da Arábia Saudita: Presença iraniana no Iêmen não está ‘excluída’

A Arábia Saudita não tem “descartada” a possibilidade de uma presença iraniana no Iêmen, disse o porta-voz da coalizão liderada pela Arábia Saudita contra milícias Houthis no país, no mesmo dia em que dois oficiais militares iranianos teriam sido capturados no sul da cidade de Aden.

Falando em uma conferência de imprensa diária na capital saudita Riad, o Brig. Gen. Ahmed Asiri disse que a coligação encontrou provas de apoio iraniano aos Houthis e não descartou a possibilidade de as forças iranianas lutarem no Iêmen.

Mais cedo dois oficiais militares iranianos foram capturados em cidade do sul do Iêmen de Aden durante os combates na sexta-feira à noite, relatou Al Arabiya News Channel.

As reivindicações foram confirmadas pela agência de notícias Reuters, que relatou que milícia local confirmou a presença de dois oficiais iranianos a partir de uma unidade de elite da Guarda Revolucionária da República Islâmica.

Durante a sua conferência de imprensa diária sobre a Operação Tempestade Decisiva, disse Asiri que os ataques aéreos no Iêmen enfraqueceram o movimento de Houthis e milícias leais ao líder deposto Ali Abdullah Saleh.

O porta-voz também disse que um total de 1.200 missões aéreas foram realizadas desde a operação iniciada 16 dias atrás.

No sábado, os ataques aéreos atingiram um quartel-general de segurança associado com Saleh no Iêmen, na aldeia de Sanhan, Asiri acrescentou.

Ele também observou que as milícias Houthi estão se acumulando perto da fronteira com a Arábia-iemenita e que os confrontos foram registrados perto da cidade fronteira saudita de Najran.

Fotos postadas no Twitter na conta oficial do Comitê Internacional da Cruz Vermelha mostraram trabalhadores humanitários descarregando suprimentos. A expedição é composta por mais de 35 toneladas de ajuda médica, geradores e equipamentos de saneamento de emergência, disse o grupo de acordo com a Associated Press.

http://english.alarabiya.net/en/News/middle-east/2015/04/11/Iranian-presence-in-Yemen-not-ruled-out-Saudi-spokesman.html