Arquivo da tag: #prefeitos

Macron está perdendo o controle sobre áreas proibidas dominadas pelo Islã na França e pede “ajuda pública”

O presidente da França, Emmanuel Macron, admitiu que a França perdeu a batalha contra o tráfico de drogas dentro do crescente número de zonas proibidas no país

Em um discurso para 600 convidados políticos e empresariais em maio , Macron convocou os próprios prefeitos locais – juntamente com a população – para encontrar soluções adequadas, para os problemas nas 1.500 áreas proibidas da França ou “áreas sensíveis” como a França as chama.

Muitos prefeitos foram atingidos pelo discurso de Macron. Eles esperavam diretrizes políticas concretas. As propostas de Macron estão muito distantes da estratégia ambiciosa para as zonas sensíveis que o ex-ministro Jean-Louis Borloo já havia desenvolvido e publicado em nome da Macron.

Em vez disso, Macron passou a bola: não ele, mas seus antecessores causaram os problemas de hoje. Todas as soluções projetadas de cima falharam, então elas devem vir de baixo. Ele pediu uma “mobilização geral” da população, organizando-se para salvar a nação.

Em termos de segurança, Macron pediu uma “sociedade de vigilância”. Se você desviar o olhar, se houver problemas em seu ambiente, você se tornará cúmplice. Embora isso aconteça às vezes por medo (nas áreas focais), mas cabe às próprias pessoas estabelecer limites.

Ele anunciou que, até 2020, haverá 1.300 policiais adicionais em 60 bairros sensíveis. Todos podem relatar problemas em um site central. Estima-se que seis milhões de pessoas – cerca de um décimo da população francesa vive nos 1.500 bairros que o governo classifica como áreas sensíveis.

Já em 2011, um relatório inovador de 2.200 páginas intitulado “Subúrbios da República”, concluiu que muitos subúrbios franceses estão se tornando “sociedades islâmicas separadas” isoladas do Estado francês e onde a lei islâmica está rapidamente deslocando a lei civil francesa.

Os autores mostraram que a França – onde há agora 6,5 ​​milhões de muçulmanos (a maior população muçulmana na UE) – enfrenta uma grande explosão social como resultado da falta de integração dos muçulmanos na sociedade francesa.

Com imagem e informações The Voice of Europe