Arquivo da tag: #premiê

Premiê húngaro propõe ajudar países vizinhos da Síria para deter migração

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, se pronunciou neste sábado (12) a favor de um plano de ajuda de 3 bilhões de euros para os países vizinhos da Síria com o objetivo de resolver a crise de refugiados.

“Temos um plano, que apresentarei aos líderes da União Europeia, no nosso próximo encontro” e que prevê “um apoio financeiro maciço as países vizinhos da Síria”, isto é, Turquia, Líbano e Jordânia, indicou Orban em entrevista ao jornal alemão “Bild”.

Até agora, os refugiados sírios que fogem da guerra se estabeleciam majoritariamente nestes três países fronteiriços, mas esta tendência mudou nos últimos meses e um número crescente arrisca a vida em um périplo até a Europa.

O dirigente húngaro propôs um plano de “3 bilhões de euros” em ajuda para os três países.

“E se faltar mais dinheiro, aumentaremos a ajuda até que o fluxo de migrantes se esgote. Este procedimento impede que mantenhamos debates sem fim sobre questões orçamentárias. Falta uma ajuda rápida agora”, insistiu.

“Estes migrantes não vêm de zonas de guerra, mas de campos situados [nestes países fronteiriços]. Ali estavam seguros. Esta gente não foge do perigo, já fugiram e não deveriam mais temer por sua vida”, disse Orban, para quem os refugiados vêm à Europa “porque querem uma vida melhor do que no acampamento”, “uma vida alemã, quem sabe uma vida sueca”.

“Mas isto é um fato. Não há direito fundamental a uma vida melhor, só há direito à segurança e à dignidade humana”, acrescentou.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/09/premie-hungaro-propoe-ajudar-paises-vizinhos-da-siria-para-deter-migracao.html

Premiê da Líbia diz ter sofrido tentativa de assassinato

O primeiro-ministro da Líbia reconhecido internacionalmente, Abdullah al-Thinni, disse nesta terça-feira ter sofrido uma tentativa de assassinato após deixar uma sessão do problemático parlamento eleito do país.

O incidente salientou a fragilidade da autoridade do Estado no país do norte africano, no qual dois governos e dois parlamentos aliados a facções armadas estão lutando pelo poder, quatro anos após rebeldes terem derrubado Muammar Gaddafi.

Thinni tem enfrentado crescentes críticas por administrar um Estado ineficaz no leste do país desde que perdeu a capital Trípoli, no oeste, para uma facção rival que agora controla ministérios e entidades estatais fundamentais com sede na cidade.

O premiê disse ao canal de notícias árabe al-Arabiya que, após deixar o parlamento na cidade de Tobruk, homens armados em diversos carros seguiram seu comboio e abriram fogo.

“Fomos surpreendidos por muitas balas… Graças a Deus, conseguimos escapar”, disse ele, sem dar detalhes.

O presidente do parlamento, Aqila Saleh, havia pedido para que Thinni deixasse a assembleia para sua própria segurança, após manifestantes de oposição a seu governo terem se reunido do lado de fora da base naval onde os parlamentares se reúnem, disseram dois legisladores à Reuters.

(Por Ayman al-Warfalli)aa)

http://noticias.terra.com.br/mundo/oriente-medio/premie-da-libia-diz-ter-sofrido-tentativa-de-assassinato,2ec46295dc29d87ab6c60458fdbab46cl1tsRCRD.html

Porta-voz do premiê iraquiano renuncia após música pró-Saddam

Vídeo de 15 anos atrás mostra porta-voz cantando música pró-ditador.
Rafid Jaburi pediu para deixar o cargo após divulgação.

O porta-voz do primeiro-ministro iraquiano anunciou neste sábado sua renúncia após a divulgação na internet de um vídeo de 15 anos atrás, no qual ele aparece cantando uma música que glorificava o então presidente Saddam Hussein.

“Eu não quero constranger os serviços do primeiro-ministro (…) Pedi, portanto, para deixar meu gabinete, o que já foi aceito”, informou Rafid Jaburi em sua página no Facebook, confirmando mais tarde sua demissão à AFP.

No vídeo, Jaburi aparece cantando uma canção que descreve o ditador como “a espada da justiça contra o mal” e proclama: “Oh Saddam Hussein, seus inimigos caem e você permanece”. As imagens mostram o ex-presidente empunhando uma espada, montado num cavalo branco.

Saddam Hussein, que serviu como presidente por mais de 20 anos, foi derrubado em 2003 após a invasão do Iraque pelos Estados Unidos. Ele foi executado em 2006.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/04/porta-voz-do-premie-iraquiano-renuncia-apos-musica-pro-saddam.html