Arquivo da tag: #prisioneiro

Menino mata prisioneiro em vídeo divulgado pelo Estado Islâmico

Uma criança bem pequena aparece atirando contra a cabeça de um prisioneiro em um vídeo chocante divulgado pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI), neste domingo. De acordo com informações do jornal britânico “Daily Mail”, a gravação pode ter sido feita no Iraque, onde os militantes da organização jihadista tem perdido espaço por forças do governo local.

No vídeo, o menino, que aparenta ter cerca de 4 anos, acompanha um homem até o local onde o prisioneiro está preso. A criança, então, usa uma pistola para atirar contra a cabeça do homem. Imagens do vídeo foram compartilhadas em uma rede social pelo grupo ativista “Raqqa is Being Slaughtered Silently” (Raqqa está sendo abatida silenciosamente, em tradução literal), que denuncia na internet as atrocidades cometidas pelo grupo jihadista.

Menino mata prisioneiro em vídeo chocante
Menino mata prisioneiro em vídeo chocante Foto: Reprodução / Twitter

Entre as estratégias do EI está usar crianças, que são chamadas de “filhotes do califado”, não só para matar inimigos, mas como força de combate na frente de batalha. Os pequenos recebem treinamento militar desde bem jovens, quando aprendem a usar armas e táticas militares.

Segundo a agência de notícias “Reuters”, o EI já perdeu a maior parte de seu território no Iraque desde 2014, mas insurgentes ainda continuam promovendo ataques e matando inimigos na região.

De acordo com o relatório anual sobre terrorismo do Departamento de Estado dos Estados Unidos, o Estado Islâmico (ISIS em inglês) já ultrapassou a Al-Qaeda como principal grupo terrorista no mundo. O documento aponta a capacidade do grupo em recrutar militantes e divulgar sua mensagem pelo mundo.

O EXTRA apresenta as imagens para denunciar a barbárie que a intolerância e um regime radical produzem pelo mundo.

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/mundo/menino-mata-prisioneiro-em-video-divulgado-pelo-estado-islamico-20747752.html#ixzz4VI0MDAST

 

Um ex-membro da Al Qaeda à solta no Brasil

O governo do Uruguai confirma que um dos seis ex-detentos de Guantánamo, que estavam “refugiados” no país, atravessou a fronteira com o Rio Grande do Sul.

O sírio Jihad Ahmad Deyab, que cumpriu pena na prisão americana de Guantánamo por seus vínculos com a organização terrorista Al Qaeda, está vivendo no Brasil. Ele foi um dos seis ex-detentos que o Uruguai aceitou receber em 2014.

O governo do Uruguai confirmou a notícia publicada pela imprensa local, afirmando que antes de fugir para o Brasil, Deyab havia tentado atravessar legalmente a fronteira, mas que tinha sido barrado pelas autoridades brasileiras. O paradeiro de Deyab é desconhecido desde 6 de junho.

O ministro do Interior do Uruguai, Eduardo Bonomi, disse que as autoridades do país, em conjunto com a Interpol e a Embaixada dos Estados Unidos em Montevidéu, estão investigando o paradeiro de Deyab.

LEIA MAIS

Uruguai recebe como ‘refugiados’ seis prisioneiros de Guantánamo

Um jihadista no Brasil

Deyab, de 45 anos, foi preso no Paquistão e serviu nas fileiras da Al Qaeda, tendo participado de operações na África e atuado como recrutador na Europa. Esse currículo que serviu para que os Estados Unidos não permitissem a sua repatriação. O ex-presidente Jose Mujica comprometeu-se a cuidar dos terroristas. Mas o seu populismo explosivo ajudou um um extremista a ingressar em território brasileiro.

Um ex-membro da Al Qaeda à solta no Brasil

Vídeo mostra menino do Estado Islâmico executando prisioneiros

Criança ignora apelos e atira friamente. Líder do grupo mandou mensagem para o mundo: ‘Estamos chegando’.

Iraque – Um novo  vídeo do Estado islâmico circula nas redes sociais mostrando um menino de não mais de 12 anos, executando friamente prisioneiros às margens do rio Tigre, no Iraque. O menino atira na cabeça de ao menos dois homens, que imploram por suas vidas. As imagens são de um assassinato em massa cometido pelo grupo no final de 2014 em Tikrit e liberadas no último sábado, de acordo com o Daily Mail.

O vídeo completo mostra mais de 20 minutos de execuções. A atrocidade que deixou cerca de 1.700 mortos acaba em um rio de sangue.

“Eu mando essa mensagem para o mundo inteiro, principalmente aos Rafhida (aqueles que rejeitam, em tradução livre): Nós estamos chegando”, diz um líder, não identificado, em uniforme militar no vídeo.

Imagens de satélite revelaram na última semana que os assassinatos foram tantos que as covas das vítimas foram localizadas do espaço. O vídeo foi publicado em “fóruns jihadistas” na Internet.

As imagens foram divulgadas quatro dias depois da corte de Bagdá sentenciar 24 homens à morte por enforcarem prisioneiros durante este episódio. Cerca de 600 corpos foram exumados pelo governo local.

http://odia.ig.com.br/noticia/mundoeciencia/2015-07-15/video-mostra-menino-do-estado-islamico-executando-prisioneiros.html

Estado Islâmico executa prisioneiro com bazuca

Não contentes em executar seus prisioneiros com facas e metralhadoras, os jihadistas do Estado Islâmico deram um passo à frente no quesito brutalidade. Em um vídeo divulgado nesta quinta-feira (veja abaixo), membros do grupo são vistos executando um homem com uma bazuca.

Segundo o jornal britânico “Daily Mail”, a vítima seria Ibrahin Shraideh, um mebro da tribo al-Shaitat, da cidade de Abu Haman, na Síria. O grupo vem combatendo o Estado Islâmico desde o início da tentativa dos jihadistas de formar um califado no Oriente Médio e no norte da África.

Os homens filmados na gravação seriam da frente jihadista da Tunísia e do Marrocos. Após a morte do prisioneiro, os autores dispararam para o alto, gritaram “Alá é grande” e ainda chutaram o cadáver como forma de lição aos demais combatentes na Síria.

https://br.noticias.yahoo.com/estado-isl%C3%A2mico-executa-prisioneiro-com-bazuca-181125658.html