Arquivo da tag: #punição

Estado Islâmico lança homem de telhado por crime de homossexualidade

Extremista? Não. O Alcorão contém numerosas condenações de atividade homossexual “E [Nós tinha enviado] muito quando eu disse ao seu povo: ‘Você comete imoralidade tal como ninguém que lhe Precedido de entre os mundos? Na verdade, você se aproxima de homens com o desejo, em vez de mulheres. Em vez disso, você é um povo transgressor. “… E desencadeamos sobre eles uma chuva [de pedras]. Em seguida, veja como foi o fim dos criminosos “(Alcorão 7: 80-84).

Muhammad especifica a punição para isto em um hadith: “O Mensageiro de Allah (paz e bênçãos de Deus estejam sobre ele) disse:” Quem quer que você encontrar fazendo a ação do povo de Ló, execute a quem o faz e o único a quem ele é feito. ‘ “(Sunan Abu Dawud 4462)

“ISIS iraquiano joga homem de cima do telhado de um edifício por alegado crime de ‘homossexualidade'”, por Leith Fadel, AMN, 09 de janeiro de 2017:

BEIRUTE, Líbano (5:00) – O Estado Islâmico (ISIL) no Iraque continuou com atos de terror na semana passada, jogando um homem do telhado de um edifício por alegadamente ser “homossexual”.

O site de propaganda oficial do grupo terrorista postou imagens da execução na segunda-feira, afirmando que este “crime” ocorreu na capital da província de Ninawa .

O vídeo terrível terminou com um terroristas do ISIS jogando o homem do telhado de um prédio em Mosul, matando o acusado no momento do impacto.

https://www.jihadwatch.org/2017/01/islamic-state-throws-man-off-roof-for-crime-of-homosexuality

Polícia de Teerã rebocará carros de mulheres sem véu

Uso do véu é obrigatório no Irã para todas as mulheres.
Em alguns bairros de Teerã, é comum ver motoristas descobertas.

Os carros conduzidos ou levando mulheres sem véu ou que não estejam suficientemente cobertas serão rebocados, anunciou o chefe da polícia de trânsito de Teerã, no Irã, citado nesta quarta-feira (2) pela agência Isna.

“Se uma pessoa em um carro estiver mal coberta ou sem véu, o veículo será rebocado, de acordo com a lei”, afirmou o general Teymur Hosseini.

Desde a revolução islâmica de 1979, o uso do véu é obrigatório no Irã para todas as mulheres, inclusive as estrangeiras.

Em alguns bairros ricos do norte de Teerã, no entanto, não é raro ver as motoristas descobertas, com véu apenas nos ombros.

O presidente moderado Hassan Rohani, eleito em junho de 2013, defende uma maior abertura política e social, em relação ao que diz respeito ao código de vestimenta.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/09/policia-de-teera-rebocara-carros-de-mulheres-sem-veu.html

Condenados por adultério levam chibatadas no Afeganistão

Mulher foi obrigada a se ajoelhar na frente de dezenas de homens.
Homem acusado de ser o amante recebeu a mesma punição.

Uma mulher e um homem acusados de adultério foram condenados a receber 100 chibatas noAfeganistão, de acordo com a agência Reuters. A mulher recebeu a sentença de um juiz ajoelhada na frente de dezenas de homens, que filmaram e fotografam a cena. O homem tido como amante da acusada recebeu a mesma punição.

O caso aconteceu na segunda-feira (31) na província de Ghor. “Eles mantiveram relações por muito tempo, mas só foram presos no início do mês”, afirmou o porta-voz do governo Seema Jowenda, segundo o jornal “Daily Mail”. “A punição deles é baseada na lei sharia e servirá para ensinar uma lição aos outros”, afirmou Jowenda.

Sistema de leis
A sharia, ou lei islâmica, foi criada centenas de anos após a morte do profeta Maomé e é o mesmo sistema de leis que rege todos os outros aspectos da vida de um muçulmano.

Há, nesse conjunto de regras, princípios fixos (que versam sobre questões mais pessoais, como casamento, ritos religiosos, heranças etc.) e princípios mutáveis (como penas para diferentes tipos de crimes), que podem ser interpretados e aplicados de acordo com a vontade de cada país ou corte que adote o sistema de leis islâmicas.

EI degola dois jovens e atira suposto homossexual de prédio

Execuções foram feitas em mercado popular, no meio da multidão, para causar terror.

O gupo terrorista Estado Islâmico (EI) degolou, nesta quarta-feira (22), dois jovens que tentavam se passar por membros desta organização, além de ter lançado do alto de um edifício outra pessoa que supostamente era homossexual, perto da cidade de Mossul, no norte do Iraque.

Além disso, os terroristas lançaram outro jovem do alto de um edifício no centro da cidade, também perante a presença de dezenas de civis, como castigo por supostamente ser homossexual.

Por último, Al Bayati explicou que há dois lugares onde os jihadistas realizam as execuções em Mossul, obrigando os cidadãos a presenciar os assassinatos para aterrorizá-los e desta forma submetê-los a suas ordens. Os dois lugares estão localizados perto dos mercados populares de Bab al Tub e Kerash, sempre abarrotados de pessoas.

A organização terrorista executou dezenas de ex-candidatos a deputados, ativistas, jornalistas, intelectuais e membros das Forças Armadas e da polícia iraquianas, e promete fazer o mesmo a todo aquele que se oponha a sua ideologia extremista.

Mossul e amplas zonas de Ninawa estão sob o controle do EI desde junho do ano passado, data na qual o grupo terrorista proclamou um califado em território iraquiano e sírio.

http://noticias.terra.com.br/mundo/oriente-medio/ei-degola-dois-jovens-e-atira-suposto-homossexual-de-predio-em-mossul,2e076e8ec8898241cf4ca9d9b1aa7f9d5scqRCRD.html

Estado Islâmico aplicaria 80 chibatadas em quem assistisse Barça x Real

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) teria imposto uma pena de 80 chibatadas a militantes que fossem flagrados acompanhando a partida entre Barcelona e Real Madrid, no último domingo, pelo Campeonato Espanhol . Segundo o jornal inglês The Sun, a punição seria aplicada porque o movimento considera o futebol “um produto da decadência do ocidente”.

O diário publica uma declaração de uma fonte do Partido Democrático do Curdistão explicando o motivo e dizendo que o Estado Islâmico proíbe a prática ou acompanhamento de qualquer esporte, especialmente o futebol. Segundo ele, o aviso dado era que, “se alguém fosse pego assistindo a partida em um bar ou até mesmo pela internet, seriam aplicadas 80 chibatadas”.

A restrição teria valido para uma área na Síria e no Norte do Iraque, ambos territórios sob influência do grupo. O jornal The Sun não diz se alguém tentou burlar a recomendação e sofreu a punição.

A mesma reportagem cita acusações de ativistas contrários ao Estado Islâmico de que o grupo teria executado 13 adolescentes em janeiro por assistirem à partida Iraque x Jordânia pela Copa da Ásia.

http://esportes.terra.com.br/futebol/internacional/espanha/campeonato-espanhol/ei-aplicaria-80-chibatadas-em-quem-assistisse-barca-x-real,91ebcd8101b5c410VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

Homem é castigado com 80 chicotadas por beber vinho no Afeganistão

Cabul, 10 mar (EFE).- Um afegão recebeu 80 chicotadas em público por ordem de um tribunal por beber vinho, algo proibido no país asiático, informou nesta terça-feira à Agência Efe uma fonte oficial.

O condenado, de 35 anos e chamado Bacha Khan, foi julgado e castigado ontem na cidade de Asadabad, capital da província oriental de Kunar, depois que foi descoberto há 20 dias com duas garrafas de vinho, disse o juiz do caso Mawlawi Muhibullah.

Tanto o julgamento como as 80 chicotadas ocorreram em uma audiência pública com a presença de uma multidão “para dar uma lição” aos cidadãos, de acordo com a fonte.

“Sentenciamos o homem nos baseando nas evidências e em sua confissão”, indicou Muhibullah, que acrescentou que o condenado foi descoberto com duas garrafas de vinho, uma cheia e outra vazia, e reconheceu que bebia álcool há dois anos.

O juiz afirmou que o castigo das chicotadas consta no artigo 44 da Lei de Controle de Drogas, que diz que deve ser aplicada a sharia (lei islâmica) para os casos de uso de álcool.

O advogado defensor Mawlawi Obaidullah expressou seu consentimento ao castigo e afirmou que “todos os direitos do condenado foram observados”.

Os castigos com chicotadas eram comuns no país asiático durante o regime dos talibãs (1996-2001), que o aplicavam inclusive por faltar a uma das cinco rezas diários estipuladas no Corão.

No entanto, esta pena deixou de ser aplicada após a invasão americana que derrubou os talibãs em 2001 e agora é realizada em raras ocasiões em zonas remotas do Afeganistão.

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2015/03/10/homem-e-castigado-com-80-chicotadas-por-beber-vinho-no-afeganistao.htm