Arquivo da tag: #Quirguistão

Quirguistão: agredido, expulso e humilhado por sua fé

Cristão foi obrigado a abandonar sua aldeia por professar a fé cristã; antes, porém, ele foi agredido violentamente, sua casa foi apedrejada e seu gado exterminado.

Zaur* é um cristão que vive em uma das pequenas aldeias do Quirguistão. Recentemente, ele foi agredido pelos aldeões por causa de sua fé. O irmão dele apelou ao departamento de polícia local apresentando uma declaração sobre o incidente. Nenhum dos policiais presentes aceitou receber a declaração.

Quando Zaur foi levado ao hospital, muito machucado com os golpes violentos que recebeu, também encontrou obstáculos. Assim que o médico soube que ele foi agredido por ser cristão, também se recusou atendê-lo. Ele teve que ir embora sem receber os primeiros socorros.

Essa violência o forçou a se mudar dali. Seus pais e seu irmão não professam a fé cristã, mas respeitam e apoiam Zaur. A família teve que sair da aldeia com receio do que mais os aldeões poderiam fazer contra eles. No dia seguinte, os vizinhos que estavam furiosos mataram todo o seu gado e pessoas desconhecidas apedrejaram sua casa.

* Nome alterado por motivos de segurança.

https://www.portasabertas.org.br/noticias/2016/12/agredido-expulso-e-humilhado-por-sua-fe

Quiguistão: cristãs são ameaçadas por vizinhos

Elas distribuíam presentes para as crianças do vilarejo onde vivem, quando decidiram evangelizar alguns conhecidos; agora elas estão sendo ameaçadas.

Ainagul*, de 40 anos e sua filha Raushana*, de 14, são cristãs e quando souberam de um projeto de “entrega de presentes para crianças” elas decidiram se envolver. Então, fizeram de sua casa um ponto de entrega das mercadorias e também ajudaram pessoalmente a distribuir para todos os pequenos do vilarejo.

Pouco tempo atrás, as duas decidiram evangelizar pela vizinhança enquanto distribuíam os presentes. Elas tomaram o cuidado de abordar apenas as pessoas que já conheciam e falaram sobre Jesus. Infelizmente, a ideia não agradou a todos e assim que chegaram em casa, foram ameaçadas e xingadas pelos vizinhos descontentes. Eles disseram que se elas quisessem continuar vivendo ali, teriam que negar a Cristo.

Eles deixaram claro que estavam decididos e foram violentos em suas palavras. Um líder cristão e alguns irmãos da cidade vizinha decidiram tirá-las dali por algum tempo, para protegê-las. No momento, elas estão escondidas e necessitam de orações.

*Nomes alterados por motivos de segurança.

https://www.portasabertas.org.br/noticias/2016/11/cristas-sao-ameacadas-por-vizinhos