Arquivo da tag: #UNESCO

Cidade histórica síria pode estar na mira do ‘Estado Islâmico’

Palmira, uma das joias arqueológicas do Oriente Médio, pode ser a próxima “vítima” das depredações do grupo extremista muçulmano “Estado Islâmico”.

Militantes ocuparam partes da cidade vizinha de Tadmur na quinta-feira, mas seus avanços posteriores foram contidos pelo exército da Síria.

Leia mais: Estado Islâmico fatura vendendo relíquias a colecionadores ocidentais, dizem especialistas

Palmira
Militantes do Estado Islâmico podem ter avançado para muito perto de Palmira

O responsável pelo departamento de patrimônio histórico da Síria, Maamoun Abdul Karim, disse que se o “EI” tomar Palmira, tombada pela Unesco como patrimônio histórico, a cidade será destruída.

Decapitações

Extremistas já destruíram relíquias em vários locais do Iraque, em especial Mosul, Hatra e Nimrud.

Palmira
Autoridades sírias temem que militantes depredem as ruínas históricas da cidade

Palmira sofreu danos durante os quatro anos de guerra civil na Síria. Fundada há pelo menos 4 mil anos, a cidade fica numa área estratégica para o “EI”, entre Damasco e a cidade de Deir Al-Zour, disputada por forças sírias e pelos militantes. Palmira também fica próxima a campos de exploração de gás natural.

Leia mais: Seis gráficos explicam guerra contra ‘Estado Islâmico’

Na quinta-feira, o grupo Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que militantes do “EI” estavam preparando um assalto a Tadmur, bem próxima às ruínas de Palmira.

Palmira
A cidade sofreu alguns danos nos quatro anos de guerra civil Síria

Militantes teriam matado 26 pessoas numa aldeia nas cercanias de Tadmur – 10 deles por decapitação -, sob a acusação de que eles eram simpáticos ao regime do presidente sírio, Bashar al-Assad.

Usando uma conta no Twitter, o “EI” disse ter ocupado partes do norte e do leste de Tadmur.

Localizada no meio do deserto e próxima a um oásis, Palmira contém as monumentais ruínas de uma cidade que foi um dia um dos mais importantes centros culturais do mundo, segundo a Unesco – órgão das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2015/05/150515_siria_palmira_fd

Destruição de ruínas pelo EI no Iraque é ‘ato de loucura’, diz Unesco

Estado Islâmico destruiu cidade assíria de Nimrud.
Grupo divulgou com jihadistas destruindo obras.

A Unesco classificou nesta segunda-feira (13) a destruição da cidade assíria de Nimrud pelo grupo Estado Islâmico (EI) no Iraque como “um ato de loucura”.

A destruição ocorreu no início de março. Neste final de semana o grupo grupo divulgou imagens que mostram os jihadistas destruindo manualmente muitas obras e depois utilizando explosivos para lançar o local pelos ares (veja acima).

“Condeno este ato de loucura destruidora que representa um novo marco na escalada ao horror”, disse em um comunicado a diretora-geral da Unesco, Irina Bokova.

Para Bokova este ato “confirma que os terroristas não se limitam a destruir representações humanas e estátuas, mas que também atacam com explosivos os próprios locais e seus perímetros, com o objetivo de apagar de maneira sistemática toda marca da história do povo iraquiano”.

O vídeo, que não está datado, sugere que os restos situados sobre o rio Tigre, 30 km a sudeste de Mossul, foram destruídos completamente.

A destruição do local havia sido reportada no início de março e a Unesco já havia classificado as ações como um crime de guerra.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/04/destruicao-de-ruinas-no-iraque-e-ato-de-loucura-diz-unesco.html