Arquivo da tag: #viagem

Terrorismo no Brasil: PF indicia suspeito de planejar atentado com arma sniper

Morador de Chapecó, Santa Catarina, mantinha rotina de uma hora diária de treino para ataque à distância, depois de ter viajado para o Estado Islâmico

A Polícia Federal indiciou por três crimes um morador de Chapecó, Santa Catarina, suspeito de planejar um atentado terrorista no Brasil após morar numa cidade controlada pelo Estado Islâmico, na Síria. Esta é a primeira vez que a PF identifica uma pessoa que saiu do Brasil, foi à Síria e voltou ao país para planejar ações suspeitas.

Trata-se de Ibrahim Chaiboun Darwiche, dono de um restaurante na cidade. A PF descobriu que ele produziu um vídeo defendendo os ataques do Estado Islâmico no jornal Charlie Hebdo, em Paris. Ele foi indiciado por incitação ao crime, preconceito religioso e pela lei de segurança nacional. Somadas, as penas podem chegar a dez anos. A situação de Ibrahim poderia ser ainda mais grave se a lei que tipifica o terrorismo já estivesse em vigor. Nesse caso, a pena poderia dobrar.

>>O governo brasileiro sabia de condenação por terrorismo quando deu visto a professor da UFRJ
>
>Exclusivo: um terrorista no Brasil

Divulgado na internet, esse vídeo foi o ponto de partida para uma investigação do núcleo de combate ao terrorismo da Polícia Federal. Os investigadores descobriram que Ibrahim se preparava para um ataque no Brasil, com uma rotina de treinamentos durante a madrugada.

Na casa de Ibrahim, a PF descobriu uma anotação manuscrita com os horários de cada atividade: “1h a 2h: estudo da prática de tiro (sniper); 2h a 3h: leitura do Alcorão; 3h a 5h: divulgação do islã; 5h a 5h30: oração; 7h a 8h: atividade física”. Ibrahim ainda tinha desenhos com diversos pontos de tiro na coluna vertebral de um alvo.

A PF descobriu ainda que Ibrahim havia passado 87 dias na cidade Dar Ta Izzah, controlada pelo Estado Islâmico, entre janeiro e abril de 2013. A PF suspeita que ele foi orientado pelo Estado Islâmico. “É plausível e bastante provável que Ibrahim tenha tido contato com jihadistas extremistas do Estado Islâmico e recebido doutrinação religiosa e treinamento militar”, diz a PF.

Como foi relevado pelo jornal Folha de S.Paulo, a situação de Ibrahim foi considerada “diferente” pela Justiça Federal de Santa Catarina e, por isso, a PF o monitora 24 horas por dia, com tornozeleira até o encerramento da Olimpíada.

Procurado, Ibrahim desligou o telefone após a reportagem ter se identificado. À PF, ele negou autoria do vídeo e disse que não esteve em região controlada pelo Estado Islâmico.

Bashir do Sudão viaja apesar de ter um mandado de detenção do TPI

O presidente sudanês, Omar al-Bashir chegou na Mauritânia no domingo para participar de uma cúpula, apesar de um mandado de captura internacional emitido contra ele em 2009 por acusações de genocídio, crimes contra a humanidade e crimes de guerra.

A visita veio semanas depois da África do Sul se recusar a prender Bashir durante uma reunião da União Africana, e até mesmo ameaçar a retirar-se do Tribunal Penal Internacional (TPI), após protestos.

Na Mauritânia, que não tinha assinado o Estatuto de Roma do TPI, Bashir vai na segunda-feira para uma reunião de iniciativa da Grande Muralha Verde, que visa plantar uma parede de árvores na África para impedir que  o deserto se espalhe, disse a agência estatal de notícias da Mauritânia.

Líderes de Burkina Faso, Senegal, Mali, Chade e Mauritânia são esperados para participar da cúpula de um dia.

Bashir preside o Sudão desde 1989 e foi indiciado por genocídio contra a população civil na região ocidental de Darfur durante o conflito que eclodiu em 2003. O conflito começou em 2003, quando rebeldes negros se levantaram contra o seu governo dominado pelos árabes, protestando porque eles foram marginalizados. Khartoum desencadeou uma sangrenta contra-insurgência, utilizando as forças armadas e milícias aliadas.

A ONU diz que 300 mil pessoas foram mortas no conflito e outros de 2,5 milhões forçados a fugir de suas casas.

https://english.alarabiya.net/en/2015/07/30/Taliban-announces-Mansour-as-new-leader-.html